Cheiro do mato tem um grande poder de cura, diz estudo.

1-6 (1).jpg

Quem o garante é uma equipa de cientistas japoneses que conseguiram provar que sentir o cheiro do mato reduz a pressão arterial e aumenta as moléculas biológicas que combatem o cancro na corrente sanguínea.

Os investigadores da universidade Nippon Medical School, em Tóquio, estudaram os efeitos que óleos essenciais e aerossóis emitidos por plantas e árvores podem ter no corpo humano. As conclusões deste estudo revelam que o contacto com a natureza reduz drasticamente o stress sobre o sistema nervoso.

Segundo a revista norte-americana The Atlantic Cities, Qing Li, especialista em higiene e saúde pública daquela universidade, afirma que as caminhadas na floresta activam as células do sistema imunológico responsáveis pelo combate a infecções e ao câncer. O especialista pretende agora comprovar que o cheiro das árvores e do mato é o principal agente nestas alterações no organismo humano.

Natureza e contacto com o mato reforça acção do sistema imunológico. “Comprovamos que o ambiente da floresta impulsiona as proteínas intracelulares anti cancro dos linfócitos. A actividade destas células aumentou durante um período de sete dias depois da realização da caminhada. Isso aconteceu tanto em sujeitos do género masculino como do feminino”, explica a equipa no estudo.”

Os linfócitos são células presentes no sistema imunológico do corpo humano que defendem o organismo contra invasão de agentes estranhos. Para além destes benefícios, os passeios entre a natureza podem ainda reduzir o stress sobre o sistema nervoso.

O estudo foi desenvolvido com a ajuda de doze voluntários. Pessoas entre 37 e 60 anos permaneceram num hotel numa zona urbana do Japão por três noite, entre as 19h e 8 h.

Ao longo deste período, os participantes foram vaporizados com um humidificador que continha substâncias presentes nas plantas das florestas. A experiência revelou em análises de sangue e urina alterações provenientes do contacto com esses compostos.

Qing Li e alguns dos seus colegas criaram a International Society of Nature and Forest Medicine, uma instituição que se baseia na natureza e nas suas propriedades para ajudar na cura de doenças e desenvolver terapias medicinais em todo o mundo.

Conclui-se que se muitas vezes a ciência é fundamental para descobrir e inventar melhorias para as nossas vidas. Outras vezes sua tarefa é somente confirmar aquilo que a sabedoria popular e ancestral já sabe. Por exemplo, dar uma volta em meio ao mato e respirar fundo faz um enorme bem para os nossos corpos. Torna-se mais evidente que salvar a natureza é uma questão imediata de saúde pública.

2 thoughts on “Cheiro do mato tem um grande poder de cura, diz estudo.

  1. Tô barriguda de saber disso

    Por isso que estou no limite para sair daqui

    Mas enquanto não saio, vou na pista Cláudio Coutinho
    Urca

    Jardim Botânico
    Etc

    Obter o Outlook para Android

    ________________________________

    Gostar

  2. O ar limpo do campo e o sibilo dos ventos principalmente de florestas próximas ao caminho, transmite atmosfera de paz, silêncio, que atinge profundamente a alma e favorece um sentimento de amor, de mansidão, de tranquilidade e inunda a alma generosa das mais agressivas consciências

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s