A Mente como o Espaço | Mingyur Rinpoche

“A consciência é como o espaço, não pode ser poluída pelas nuvens, não consegues escurecer o espaço, as nuvens, a terra, o sistema solar, as galáxias, não podes cortar o espaço, não pode queimar o espaço, o espaço é sempre puro e claro, sempre está lá.” – Mingyur Rinpoche

A natureza do espaço é sempre pura e limpa. A consciência é assim. E desta maneira, automaticamente eliminas o sofrimento. Porquê?

Porque normalmente, a nossa mente depende totalmente das coisas materiais externas: Forma, som, cheiro, sabor, sensação; cinco. E até mesmo pensamentos e emoções, não são materiais, mas, os pensamentos e as emoções estão sempre “saltando”, e todos estes fenómenos: forma, som, cheiro, sabor, sensação, pensamentos e emoções, estão sempre partindo e voltando, voltando e partindo.

Quando estás a conduzir numa rua esburacada… Como a rua é esburacada, a rua não é boa, também ficas saltando, bum, bum, bum, porque estas a “apoiar-te” na rua esburacada, então é claro que também irás “saltar”.

Acontece a mesma coisa se dependerem dos fenómenos que estão sempre alterando, aimpermanência, dependendo das circunstâncias. E ai a sua mente, ou a sua felicidade, torna-se como o mercado de acções, com altos e baixos, baixos e altos. Mas na verdade a consciência é como o espaço, está sempre consigo, então se puderes ficar com a sua própria consciência, a sua felicidade não fica nestes altos e baixos, se ficares com as nuvens, irás ficar nestes altos e baixos. Alguns dias, umas nuvens porreiras, alguns dias sem nuvens, outros dias nuvens péssimas com um furacão ou um tornado, e as vezes muito belo, com nuvens lindas. Por isso muda a toda hora. Mas se ficar com o espaço, não mudará.

Por isso dizemos que ‘Irás alcançar a liberdade da mente”.

Como mencionei anteriormente, a nossa mente é como uma bandeira ao vento, está sempre sendo soprada de um lado ao outro, sem controlo, não é livre, não tem liberdade.

E qual o significado de alcançar a liberdade da mente? Por exemplo, senão queres ficar furioso, mas a raiva vem, senão queres ficar chateado, mas ficas chateado, senão queres ficar deprimido, mas ficas deprimido, não quer se preocupar em demasia, mas a preocupação vem.

Normalmente a mente faz o oposto, queres algo e ela vai para a outra direcção, sabes? Isso é o que chamamos de não livre, a sua mente não tem liberdade. Como ser livre disso?

A única maneira é aprender a lidar com a sua mente, ou como praticar com a mente. Pois se tentares alcançar a verdadeira liberdade, a liberdade interna, procurando por coisas materiais externas, ou fenómenos externos, não ajudará.

Então como alcançar esta liberdade?

Através da prática da consciência. E a sua mente automaticamente ficará calma, pacífica, viável, maleável, o que nós chamamos de maleável ou fácil de manejar. Pacífica, alegre, espaçosa, estas são as experiências da meditação, não a essência da meditação. A essência da meditação é a consciência.

Mas claro que no começo é muito difícil, não apenas para todos, mas pra mim também. Mas ao praticar mais e mais, vai ficando cada vez melhor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s